QUERIDOS SEGUIDORES

segunda-feira, 9 de maio de 2011

FAMÍLIA REAL BRASILEIRA




Principe D.Pedro de Orleans e Bragança(in memorian)ao seu lado a jovem agora senhora,AMIGA SELMA,do blog De tudo um pouco.

A família imperial brasileira teve sua origem na família real portuguesa, descendendo diretamente da Casa de Bragança, em comunhão com as casas de Habsburgo e Bourbon. Foi a soberana do Império do Brasil desde a sua fundação em 1822 até 1889 quando foi proclamada a república brasileira.

Imperadores do BrasilDesta Casa, imperaram no Brasil:

D. João VI de Portugal (1825—1826, de jure)
D. Pedro I do Brasil (1822—1831, de facto)
D. Pedro II do Brasil (1841—1889, de facto)
Foram imperatrizes do Império do Brasil:

D. Carlota Joaquina de Bourbon (1825-1826, de jure)
D. Maria Leopoldina de Habsburgo (1822—1826, de facto)
D. Amélia de Leuchtemberg (1829—1831, de facto)
D. Teresa Cristina de Bourbon-Duas Sicílias (1842—1889, de facto)
[editar] DescendênciaCom o casamento de D. Isabel do Brasil (a herdeira de Dom Pedro II, o último imperador do Brasil) com o príncipe Gastão de Orléans, conde d'Eu em 1864, a Casa Imperial associa-se à Casa de Orléans, iniciando o atual ramo dinástico do Brasil, embora este nunca tenha imperado: os Orléans e Bragança (ou Orleães e Bragança), denominação oficial até hoje da dinastia brasileira. Embora a adoção deste sobrenome - Orléans e Bragança - não se aplica a outros membros da família que não sejam descendentes directos deste casamento, sendo que os descendentes dos outros filhos do último imperador - Dom Pedro II, e dos dois outros monarcas, Dom Pedro I e Dom João VI, só detém o sobrenome Bragança ou este em conjunto com outro nome.

Com a proclamação da república brasileira em 15 de novembro de 1889, o núcleo da família imperial seguiu para o exílio na França e Áustria, e, no governo do presidente da República Epitácio Pessoa - de 1919 a 1922, foram autorizados a regressarem ao Brasil. Actualmente, conta com centenas de membros espalhados entre o Brasil e a Europa.

Como a princesa D. Isabel do Brasil era a filha herdeira de Dom Pedro II, os descendentes dela compõem o atual ramo dinástico do Brasil e, portanto, a titularidade de todos os supostos títulos imperiais brasileiros.

Príncipe Imperial do Brasil é um título criado para os herdeiros aparentes dos Imperadores D. Pedro I e D. Pedro II, ao trono imperial brasileiro. Mesmo após a proclamação da república brasileira, em 15 de novembro de 1889, o título continuou a ser ostentado pelo membro herdeiro da Casa Imperial do Brasil.

De acordo com a constituição brasileira de 1824, apenas o primeiro na linha sucessória recebe o título de Príncipe Imperial do Brasil, cabendo aos demais filhos do monarca o título de Príncipe do Brasil (sem contudo ter qualquer ligação com o antigo título português). O primogênito do Príncipe Imperial seria denominado Príncipe do Grão-Pará. A regra, todavia, fizeram-se diversas exceções ao longo da história, ante a necessidade de se designar um herdeiro aparente ao trono brasileiro enquanto o Imperador não tivesse filho. Assim o foi quando da maioridade de D. Pedro II, designando-se sua irmã D. Januária como sua herdeira aparente.

Após a morte de D. Pedro II do Brasil, e haja vista a impossibilidade da sagração como imperador, instituiu-se o título de Chefe da Casa Imperial Brasileira para designar o herdeiro presuntivo de jure do trono imperial. A mecânica prevista pela constituição de 1824 permanece inalterada, sendo o título de Príncipe Imperial do Brasil transferido de acordo com a ordem sucessória.



Família Imperial Brasileira
Precursores: D. João VI de Portugal | D. Carlota Joaquina
1.ª geração: D. Pedro I | D.Leopoldina de Áustria | D. Amélia de Leuchtenberg
2.ª geração: D. Pedro II | D. Teresa de Duas Sicílias | D. Januária Maria | D. Paula Mariana | D. Francisca Carolina
D. Maria II de Portugal | D. Maria Amélia
3.ª geração: D. Isabel Leopoldina | D. Luís Gastão d'Eu | D. Afonso Pedro | D. Leopoldina Teresa | D. Pedro Afonso
4.ª geração: D. Luísa Vitória | D. Pedro de Alcântara | D. Luís Maria Filipe | D. Antônio Gastão | Pedro Augusto | Augusto Leopoldo
5.ª geração em diante: Ramo de Vassouras | Ramo de Petrópolis | Ramo de Saxe-Coburgo e Bragança

3 comentários:

Maria selma disse...

Oi amiga ,nasci numa cidadezinha aqui no sul de sta catarina chamada Orleans e foi visitada por
Dom Pedro Gastão de Orleans e Bragança, bisneto de Pedro II ,que tive a felicidade de conhecê-lo...Conversamos e tiramos uma foto juntos e tenho até hoje.Morreu na Espanha, aos 94 anos..muito simpático....seu nome: Pedro de Alcântara Gastão João Maria Filipe Lourenço Humberto Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Orleans e Bragança ...curtinho né....fiquei surpresa ao chegar aqui e ler sua postagem sobre a família Imperial,e lembrei do que aconteceu comigo....

Natally Cristina disse...

oiii... vim retribuir sua visita... sou sua seguidora nº 100! Não é o máximo? Parabéns pelo sucesso! e obrigada pelo selinho...bjssss

Ateliê Ana Bananna disse...

Olá,

Sou a Ana Luiza do Blog Ana Bananna Scrap.

Inaugurei há alguns meses um blog com a maior quantidade possível de matérias, novidades, informações, produtos, vídeos e muito mais sobre o mundo do scrapbooking.

Hoje já temos mais de 700 seguidores!

Temos vídeos com passo a passo ensinando diversas coisas, convites, lembrancinhas, cubos de fotos, painéis de fotos, a história do scrapbooking, dicas de organização, apresentação dos meus trabalhos, etc.

Aos poucos irei recheá-lo com muito conteúdo para ajudar quem já está e é apaixonada como eu pelo mundo do scrap e principalmente para quem quer começar.

Espero que gostem, sejam todos bem vindos.

E já está rolando o sorteio de Páscoa com prêmios incríveis e o de Dia das Mães também. Ambos estão na lateral do blog.

http://www.anabanannascrap.blogspot.com/

Está rolando uma troquinha super fácil de participar lá no meu blog também.

Temos também muitas promoções em nossa loja virtual.

www.anabananna.com.br

Papéis Imaginisce:

R$ 2,99

E pode parcelar no cartão de crédito em até 18x.

Beijos.

Enviar um comentário

 
^